ESPECIALISTA EM IMPLANTES

DR. RICARDO SANDRI CARVALHO CRO MT 2676

  • EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

    • Graduado pela Universidade Estadual Paulista de Araraquara em 1997. Especialista em Implantodontia pela ABO Cuiabá em 2005.
    • Especialista em Saúde Publica pela Universidade de Ribeirão Preto.
    • Mestre em Saúde Coletiva pela USC - Bauru.
    • Doutor em Biologia Oral pela USC - Bauru.
    • Cursos de Aperfeiçoamento em Cirurgia Oral Menor pela AssociaçãoPaulista dos Cirurgiões Dentistas - Araraquara - SP.
    • Curso de Aperfeiçoamento em Dentística Restauradora pelaAssociação Paulista dos Cirurgiões.
    • Consultório Ricardo 1
    • Consultório Ricardo 2
    • Consultório Ricardo 3

    Implantodontia

    O que são implantes osseointegrados?


    agora atingem um grau de aceitabilidade pela comunidade científica internacional. São normalmente parafusos de titânio introduzidos cirurgicamente nas áreas desdentadas e, sobre eles, são instalados dentes artificiais (prótese dentária).


    O que é o titânio?


    É um material usado em Ortopedia há muitas décadas. Simplesmente o titânio não sofre corrosão quando inserido no corpo humano e não apresenta fenômenos de rejeição imunológica.


    Que situação não deve ser colocado?


    Apenas em duas situações: em pacientes com determinados problemas de saúde de ordem geral e quando não houver espessura e altura óssea suficientes para acomodar o implante.


    Quanto à idade?


    Não existe limite de idade: a partir da puberdade, qualquer pessoa pode receber implantes.


    Quando não tiver osso suficiente, existem maneiras de aumentar a quantidade de osso disponível?


    Sim. Dever ficar muito claro que esses procedimentos são relativamente novos, ainda não suficientemente testados, e só devem ser empregados em casos absolutamente necessários, com total conhecimento de todos os riscos e custos por parte do paciente.


    Quanto tempo dura a cirurgia para instalar o implante?


    Normalmente, entre 60 a 90 minutos. Em alguns casos excepcionais esse tempo é maior.


    Quais são os riscos cirúrgicos?


    Mínimos. A cirurgia é feita normalmente com anestesia local. E é muito mais simples que outros procedimentos cirúrgicos odontológicos, como a extração de um dente incluso, por exemplo. Pós-operatório é muito bom e a maioria dos pacientes não relata qualquer incômodo maior.


    A prótese é colocada imediatamente após a cirurgia?


    Não, normalmente são esperados de 4 a 6 meses para colocação das próteses. Para os casos de próteses totais, elas são colocadas 3 ou 4 dias após a cirurgia (casos de protocolos fixos) e, em casos de próteses parciais, muitas vezes, não fica nenhum dia sem a prótese (em carga imediata). Quase sempre são próteses provisórias, sendo substituídas depois de alguns poucos meses pelas definitivas.


    Os resultados estéticos são bons?


    Na maioria dos casos, sim. A expectativa normalmente é muita grande, e pode suceder uma certa parcela de frustração. Em poucos casos, a solução estética é apenas aceitável. Todas as próteses fixadas ou não sobre os implantes não são como os dentes naturais. Melhor é pensar nas vantagens funcionais.


    Quanto tempo dura um implante? Qual a chance de dar certo?


    Pode-se afirmar que 95% dos casos, se os implantes não forem perdidos nos dois primeiros anos de uso, durarão toda a vida. Estudos demonstram que implantes de boa procedência apresentam taxas de sucesso acima de 90% no maxilar superior e, 97%, no inferior.


    Do que depende o sucesso do implante?


    De vários fatores, mas o principal é a observância do protocolo (receita completa de como e quando se faz o implante). É necessário que o profissional seja meticuloso e treinado na técnica.


    Porque é tão caro?


    O preço está em visível queda. Adiar a colocação do implante, por razões financeiras, é melhor do que colocar um sistema mais barato e não confiável.

    Implantes