ESPECIALISTA EM ORTOPEDIA FUNCIONAL DOS MAXILARES
ESPECIALISTA EM ORTODONTIA

BIANCA ESTRELA GARLA CARVALHOCRO MT 3836

  • EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

    • Graduada pela Universidade do Oeste Paulista - Unoeste em 2001.
    • Pós-Graduação Ortopedia Funcional dos Maxilares - UNOESTE - 2004.
    • Aperfeiçoamento em Ortodontia Corretiva - ODONS / PR / 2005.
    • Especialista em Ortodontia pela Unoeste em 2010.
    • Consultório Bianca 1
    • Consultório Bianca 2
    • Consultório Bianca 3

    Ortodontia

    Porque buscar um correto alinhamento dos dentes?


    Para obter uma melhora na função, saúde e aparência.

    O correto alinhamento dentário contribui para uma melhor mastigação considerando o contato adequado entre os dentes superiores e inferiores.

    Saúde: Quando os dentes se encontram apinhados ou sobrepostos a higiene oral inadequada provoca o aparecimento de cáries e doença gengival. Portanto, estando os dentes bem alinhados torna-se muito mais fácil o seu cuidado.

    Aparência: As pessoas sabem que um sorriso atrativo apresenta um papel importante para acentuar a autoconfiança e auxiliar na sua seleção dentro do meio social.


    Qual a origem dos problemas ortodônticos?


    A mal oclusão pode ter origem hereditária. O tamanho dos ossos maxilares e o tamanho dos dentes são típicas influências familiares herdadas.

    Outro grupo de problemas são as causas adquiridas geradas pela sucção da chupeta, dos dedos, por problemas respiratórios, cáries dentais, perda de dentes, traumatismo e outros mais.

    A interação destes problemas exige um diagnóstico, planejamento e tratamento minucioso, pois o que à primeira vista parece ser um caso simples pode, se mal planejado, tornar-se uma questão de extrema dificuldade de resolução.


    Quando procurar um especialista em Ortodontia?


    O exame precoce de uma criança permite que o ortodontista avalie e detecte algum problema ortodôntico e planeje algum tratamento, se necessário. Caso contrário, ele orientará os pais para retornarem num outro momento para nova reavaliação ou até mesmo para iniciar o tratamento ortodôntico. Este exame pode ser feito a partir dos quatro (4) anos de idade, quando a dentição de leite já está completa.


    Tratamento precoce e interceptativo


    Se no exame precoce o ortodontista detectou algum problema na criança que exija intervenção, será indicado um tratamento interceptativo. Este tratamento poderá alcançar resultados que não seriam possíveis após o término do crescimento da face.

    Além disso, uma intervenção precoce poderá diminuir a severidade de um problema; se for necessária uma segunda fase de tratamento, esta poderá ser facilitada.


    Quais os benefícios do tratamento interceptativo?


    Evitar a fratura ou perda de dentes anteriores que estejam muito projetados, possibilitar a eliminação de hábitos de sucção de dedo ou chupeta, hábitos de interposição de língua e hábitos de postura de lábios, permitir o desenvolvimento normal da fala, avaliar a existência de problemas respiratórios que possam afetar o crescimento da face, corrigir mordidas cruzadas que estejam presentes, melhorar a auto imagem do paciente, garantir que os dentes se encontrem de maneira adequada durante a mastigação e a deglutição.


    A Ortodontia pode tratar pacientes adultos?


    No passado, o tratamento ortodôntico era associado às crianças. Entretanto, o processo básico que envolve a movimentação dos dentes é o mesmo em qualquer idade e com isto os adultos também podem se beneficiar com o tratamento ortodôntico.


    O que é tratamento Orto-Cirúrgico?


    A combinação da ortodontia com a cirurgia é uma forma de corrigir casos severos de mal oclusão e de anormalidades entre os maxilares.


    Quando o tratamento Orto-Cirúrgico é necessário?


    O maxilar superior e o inferior são as bases nas quais os dentes estão alinhados. Quando os maxilares não estão corretamente relacionados entre si, a correção da mordida não poderá ser alcançada somente com o uso de aparelhos, principalmente no que diz respeito a pacientes adultos. O ortodontista, juntamente com o cirurgião buco-maxilo-facial, terá então que planejar o tratamento tendo em vista uma futura intervenção cirúrgica.

    Para realizar um tratamento orto-cirúrgico há um período inicial de aparelhos fixos com o objetivo de alinhar e nivelar corretamente os dentes; após esta fase ter sido concluída é que o paciente será submetido à cirurgia e retornará para a finalização do tratamento.


    O que é necessário para iniciar um Tratamento Ortodôntico?


    Na primeira visita ao consultório o paciente será examinado clinicamente. Informações importantes são obtidas, tais como, hábitos orais, traumas sobre os dentes, doenças, tratamentos hormonais e uso de medicamentos.

    Além disso, nesta consulta o ortodontista será capaz de dar uma orientação quanto às opções de tratamento disponíveis, sobre quando o tratamento deverá começar, sobre o tempo de duração do tratamento e o custo aproximado do mesmo.

    Para complementação das informações obtidas na 1ª consulta, o ortodontista solicitará a documentação ortodôntica, que inclui:

    - Modelos de gesso das arcadas dentárias
    - Radiografias e fotografias dos dentes e da face

    Numa segunda visita do paciente ao consultório, após a realização da documentação ortodôntica, o ortodontista fará a exposição do diagnóstico e plano de tratamento, formulado a partir das informações obtidas na primeira consulta e também dos registros da documentação.

    Após isto o tratamento poderá ser iniciado. No entanto, se for diagnosticado que o momento apropriado para iniciar o tratamento for mais adiante, o paciente fará visitas periódicas ao ortodontista, a critério deste, até o momento considerado ideal para o início.


    Em quanto tempo é realizado um Tratamento Ortodôntico?


    O tratamento ortodôntico usualmente envolve um período de 18 a 36 meses. Em alguns casos ele poderá terminar antes e em outros poderá levar mais tempo do que o previsto inicialmente para a finalização. O tempo total de tratamento depende da severidade da má oclusão original, do tipo de tratamento envolvido e da cooperação do paciente.

    Ortodontia